Artigos e Entrevistas

Peck News: ataque revela vulnerabilidades digitais

Feed da Peck
Mais de 300 mil computadores em 150 países foram afetados com o arquivo malicioso “Wanna Cry” durante o mês de maio. “O que acontece para tantas máquinas serem contaminadas?”, indaga a Dra. Patricia Peck em relação às vulnerabilidades do ambiente digital. Acompanhe qual a avaliação da advogada especialista em #DireitoDigital, que também comenta sobre a tramitação dos projetos de lei sobre Proteção de Dados, assim como a repercussão da necessidade de regulamentação da bitcoin, após o aumento dos casos de pedidos de resgate com a moeda virtual. Ouça AQUI o podcast.


De Olho no Mercado
A recorrência de ataques cibernéticos está deixando cada vez mais evidente a necessidade do trabalho preventivo e de blindagem digital das empresas. Nesta edição, a #PeckNews entrevistou a advogada Gabriela Alves Guimarães, sócia da SYARD, que atua na área de compliance, e tem experiência no gerenciamento de risco e reputação corporativa.  “Acreditamos que a principal falha é a dedicação desproporcional de recursos (financeiro e de pessoal qualificado) às ações preventivas. Pouco se aplica em medidas preventivas, pois, pela nossa cultura, as empresas ainda atuam de forma imediatista (vislumbram lucro imediato e não a longevidade do negócio) ou reativa (apenas reagem quando surge o problema)”, afirma. Confira AQUI a entrevista na íntegra.


Fora meme? Como o Governo Temer virou inimigo da indústria das piadas na Internet
Uma carta do Departamento de Divulgação de Imagens da Presidência irrita aos donos dos sites de humor. “Em tese, o presidente Temer tem o direito de pleitear indenizações pelo uso indevido de sua imagem”, afirma Marcelo Crespo, novo sócio do Peck Advogados. “Mas, caso isso tenha sido feito em um contexto de humor ou crítica política, é menos provável que ele venha a receber a proteção do judiciário”, declara o advogado em entrevista ao El País. Acesse AQUI a matéria completa.


Dinheiro virtual Bitcoin está perto de chegar a R$ 1 bi no Brasil
Em meio à ciberataques com chantagens que utilizam a divisa, movimentação da moeda deve triplicar neste ano. Em entrevista ao jornal A Tribuna, o Dr. Márcio Chaves, explica o bitcoin é usado tanto por um prestador de serviço que precisa de agilidade e pouco custo como por alguém que quer dificultar a identificação da transação. “Não se pode achar que o bitcoin é obscuro, pois há histórico de transações e aparece a movimentação de uma carteira para outra”, afirma. Leia AQUI a íntegra da entrevista.


Identidade única facilitará dia a dia, mas privacidade de dados será desafio
Com a lei sancionada no dia 11 de maio, a ICN (Identificação Civil Nacional) vai reunir informações como RG, CPF e título de eleitor, além do cadastro biométrico. “Se a informação não for individualizada e servir só para fins estatísticos, ela pode ser repassada”, afirma o Dr. Márcio Chaves em reportagem da Folha de S. Paulo sobre a preocupação com vazamentos e uso indevido de dados. Acompanhe AQUI a reportagem completa.


Quem teve prejuízo pode processar WhatsApp, dizem especialistas
Os usuários que sofreram algum tipo de prejuízo por causa do WhatsApp ter ficado fora do ar podem pedir reparação na Justiça, segundo especialistas ouvidos pela reportagem da Veja. Em entrevista à revista, a Dra. Patricia Peck explica que os usuários têm os direitos garantidos contra falhas pelo Código de Defesa do Consumidor. No caso do WhatsApp, é preciso provar o prejuízo e que o aplicativo era o canal principal de comunicação. O serviço de mensagens teve problemas no mundo todo, e ficou indisponível no Brasil por cerca de uma hora e meia. Segundo a empresa, o problema foi causado por uma falha técnica, já corrigida. Leia AQUI a reportagem.


Crimes de internet podem trazer consequências para a saúde mental
Reportagem do portal Minha Vida aborda como os golpes digitais, além de provocarem prejuízo financeiro, causam problemas emocionais, como traumas, insegurança e isolamento social. A Dra. Caroline Teófilo explica as estratégias dos cibercriminosos nesses golpes que envolvem supostos benefícios. “Essas ações estão relacionadas à engenharia social, quando golpistas se aproveitam da ingenuidade das pessoas com ofertas incríveis e assinaturas para ter acesso a dados”, alerta a sócia do Peck Advogados. Veja AQUI a íntegra do texto.


Capacitação

Proteção da Propriedade Intelectual das Bases de Dados empresariais digitais em um cenário de Big data e IoT
Data: 27/6
Horário: 14h às 18h
Instrutora: Dra. Patricia Peck Pinheiro
Conteúdo: A tendência internacional regulatória de proteção de dados pessoais; Big Data e legitimidade no uso de dados; Ciência (CDC) ou consentimento expresso (Marco Civil da Internet); Limitações legais quanto ao uso
Acesso, uso e manuseio por Terceirizados Reprodução, compartilhamento, enriquecimento, armazenagem na nuvem; Privacidade: um direito em transformação; A Liberdade de expressão e os seus desafios; Como fica a remoção de conteúdo da internet; Os impactos do Marco Civil da Internet.
Mais informações: http://bit.ly/2r94oTo.


Boletim iStart
Lei 13.441/2017 que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é sancionada pelo governo. Com a medida, agentes de polícia podem se infiltrar sem identificação na internet para investigar crimes sexuais de crianças e adolescentes. A ação deverá ser precedida de autorização judicial, podendo ser requisitada por delegados ou pelo Ministério Público. Para saber mais, acesse AQUI.